07 Setembro, 2017 13:20

Cerca de 40 mil pessoas assistiram ao Desfile Cívico do 7 de setembro

O evento acontece todos os anos com a participação de mais de 50 instituições e cerca de seis mil pessoas desfilando.

João Albert
Desfile Cívico Militar (João Albert)

O Governo do Estado, por meio da Polícia Militar do Piauí, realizou nesta quinta (07), o tradicional Desfile Cívico e Militar do 7 de setembro. Neste ano, cerca de 40 mil pessoas se reuniram na Avenida Marechal Castelo Branco para acompanhar e comemorar a Independência do Brasil, uma data marcada pelo “Grito do Ipiranga”, que anunciou, há 195 anos, o fim do domíniio português no país.

O desfile foi aberto às 8h pelos componentes da Equoterapia, seguidos das crianças do Pelotão Mirim. Mais de 50 instituições participaram, dentre elas, escolas particulares, estaduais e municipais, tropas militares e entidades. Compõem o desfile o Exército Brasileiro, 25º BC, 26º CSM, 2º BEC, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Maçonaria, Liga de Defesa Nacional, escolas estaduais e municipais, dentre outros.

“É um dia para homenagearmos todos os que se empenharam pela independência do Brasil, que foi fruto de muita luta. É um momento de reafirmar nosso compromisso com a democracia, com os ideais da nossa nação. A grande quantidade de pessoas que comparecem todos os anos demonstra o carinho e respeito por essa data tão importante”, destacou a vice-governadora, Margarete Coelho.

Ao todo, 6 mil pessoas desfilaram "A manifestação do 7 de Setembro representa o momento pelo qual o estado passa, tanto na área da ação social como da educação. “Temos avançado muito nesses pontos e trazemos aqui demonstrações disso. E o que representa bem esta data é a livre manifestação das pessoas ao longo dessa história de 195 anos. Nós, policiais militares, temos orgulho de fazer parte dessa luta por um país e um estado melhor”, pontuou o comandante da PM, Carlos Augusto.

Na plateia, a servidora pública Ana Maria foi uma das primeiras a chegar. O motivo era a primeira participação do filho na parada cívico-militar do 7 de Setembro. “Ele estava muito entusiasmado para o desfile e eu dei todo o apoio. Geralmente acompanho o evento, mas esse ano é especial, já que o meu menino passa a fazer parte dessa história”, disse.

Segurança

Para garantir o conforto e segurança da população, o evento contou com estrutura de arquibancada duplicada, palanques, grades de segurança, banheiros químicos, tendas com acessibilidade, fiscalização do trânsito e patrulhamento no rio Poti. Uma brigada de incêndio, uma delegacia móvel e oito ambulâncias também estiveram disponíveis para o suporte ao grande número de pessoas presentes.

Autoria: Lorenna Costa

Tags: