10 Janeiro, 2019 13:42

Emater realiza primeira capacitação do Coban

A ideia é fazer com que o escritório de São Pedro do Piauí possa atuar como correspondente bancário, atendendo aos municípios da região.

Emanuel Ramos
Técnicos do Emater de Teresina e São Pedro participam de capacitação (Emanuel Ramos)

A Superintendência de Agronegócios do Banco do Brasil e o Emater realizaram, nesta quinta-feira (10), uma reunião de nivelamento com técnicos, para a elaboração do projeto piloto que irá viabilizar o instituto como correspondente bancário do Banco do Brasil. Nesta etapa o projeto vai funcionar na região de São Pedro, que corresponde as agencias de Água Branca, Amarante, Regeneração e São Pedro.

 De acordo com o assessor de agronegócios do Banco do Brasil, João José, a ideia é fazer um piloto, vendo como funciona o fluxo, que documentos serão necessários. Aqui no Piauí, serão as primeiras experiências. “A ideia é que até o fim deste semestre 50 % das operações de  Pronaf esteja rodando via Coban”, disse o assessor.

Segundo o diretor geral do Emater, Marcos Vinicius, desde 2017 foram iniciadas as discussões, e a aprovação ocorreu no fim de 2018. Ele explica que esta é uma forma de otimizar também o rendimento dos extensionistas, e que a atual gestão tem buscas estratégias para valorizar o servidor. “Acreditamos que estabelecer parcerias é uma forma de melhorar o salário dos servidores, e consequentemente melhorar a prestação de serviços de assistência técnica e extensão rural do estado do Piauí”, finalizou o Marcos. 

O Emater irá fornecer as informações sobre os créditos disponíveis, providenciar e conferir a documentação necessária para encaminhamento da proposta ao banco, digitalizar e indexar a proposta no Portal do Crédito e resolver as pendências detectadas para a formalização da proposta. Na atuação do Pronaf o correspondente recepciona e encaminha a proposta de custeio ou de investimento pelo Portal de Crédito diretamente para a análise nas Agências. 

Para o diretor técnico Clebio Coutinho esta estratégia visa também alavancar o Crédito Rural. A ideia era obter as informações necessárias para operacionalizar o convênio de correspondente bancário. “Este projeto piloto vai atuar na regional de São Pedro do Piauí, que irá dar cobertura as demandas de quatro agencias na região, com foco em atender a demanda da agricultura familiar. Ela vai facilitar que o produtor rural possa acessar através do escritório do Emater o crédito rural de uma forma mais simplificada e com maior agilidade”, finalizou Coutinho.

Tags: