22 Março, 2018 14:19

No Ceará, governador discute futuro do Nordeste em seminário

Na manhã desta quinta-feira (22), o governador Wellington Dias participou do seminário "Futuro do Nordeste", em Fortaleza, no estado do Ceará. Na oportunidade, foram compartilhadas idéias para a solução de problemas que os estados enfrentam no presente e planejamentos para o futuro da região. 

O seminário é uma iniciativa da Folha de São Paulo e acontece durante todo o dia no auditório do Banco do Nordeste com a presença de governadores e autoridades competentes de diversas áreas como tecnologia, indústria, energia, logística e turismo.

Na ocasião, Dias destacou as potencialidades do Piauí e opinou sobre os rumos que o Nordeste deve tomar. "É necessário que o Nordeste tenha um plano de desenvolvimento que leve em conta os aspectos sociais e econômicos. Quando olhamos para o social, vemos uma rede bastante avançada. Exemplo disso são as melhorias na educação, saúde, proteção dos rurais e, agora, estamos nos debruçando muito sobre a segurança. Na economia, há a necessidadade de o Nordeste pactuar os eixos que devemos priorizar", destacou.

A discussão teve a participação de Tânia Oberding, diretora industrial da BASF em Camaçari, na Bahia. "No Nordeste, a BASF tem duas unidades produtivas. Apostamos no valor da inovação e da sustentabilidade, acreditando que este é um caminho a ser traçado. Olhamos os índices macroeconômicos, vemos a retomada do país e reaquecimento do mercado, portanto as perspercivas para 2018 são de bastante trabalho pela frente", disse.

Para o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, as pautas do evento convergem bastante com o que é discutido no dia a dia no BNB. "Temos um orçamento robusto para fazer em 2018. Quando fazemos a programação orçamentária do ano nós conversamos com todos os estados e sociedade civil para saber quais as potencialidades existentes e os setores que mais precisam ser contemplados. No ano passado, aplicamos, na região, R$ 26 bilhões e, neste ano, serão R$ 42 bilhões", afirmou.

Autoria: Lorenna Costa e Marina Ribeiro

Tags: