16 Maio, 2019 15:31

Seduc e órgãos de trânsito realizam ações educativas no Maio Amarelo

O Maio Amarelo tem como principal objetivo conscientizar e convocar a sociedade para adotar um comportamento seguro e responsável no trânsito.

Trânsito seguro é sinônimo de garantia de vida. No mês escolhido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como referência mundial para o balanço de ações de combate a acidentes e mortes no trânsito, essa é a reflexão proposta pelos órgãos em Teresina que se uniram para visitar escolas, repartições públicas e empresas. Na manhã desta quinta-feira (16), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) e Sest Senat (Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) estiveram no pátio da Seduc para a realização de uma série de ações educativas em prol de um trânsito seguro.

 

 

Os motoristas foram o público alvo. Sérgio Pereira, que trabalha como motorista há 39 anos, sendo dez deles na Seduc, gostou muito do momento que serviu para reforçar a importância de transportar vidas de forma segura. "Nós estamos recebendo a orientação de vários órgãos de trânsito e a prevenção é importante", declarou. Ele ainda destaca que a quantidade de anos dirigindo não descarta a constante responsabilidade, pois "embora tenha muitos anos de experiência, se eu não tiver a prudência, se eu não for atento à sinalização, esse tempo não significa nada", explica.

 

 

Sérgio e os outros motoristas também tiveram a oportunidade de verificar como andam os pré-requisitos básicos da saúde que interferem diretamente na direção. A Sesapi realizou testes de glicemia e, a PRF, com a máquina Raizamed, verificou se os profissionais estavam com algum problema de visão ou audição que possa comprometer a condução de veículos. "A ação aqui na Seduc foi voltada à saúde dos condutores para que nós possamos fazer uma avaliação direcionada a acuidade auditiva e visual", alerta o inspetor Isaías Segundo, chefe do grupo de Educação para o Trânsito da PRF/PI.

 

 

O maio amarelo que tem como principal objetivo conscientizar, sensibilizar e convocar a sociedade para adotar um comportamento mais seguro e responsável no trânsito, tendo principalmente um papel educativo. A equipe da Strans, coordenada pela gerente de Educação no Trânsito, Samyra Motta, distribuiu panfletos informativos e explicou como podem ser evitados os maus hábitos no trânsito.

 

 

"Nós tentamos conscientizá-los de que o trânsito, se mal utilizado, é perigoso. Tira muitas vidas não só em Teresina, mas em todo o Piauí. Os órgãos de trânsito não conseguem, por si só, fazer tudo, por isso nós precisamos da ajuda da sociedade para que ela reflita e tenha um melhor comportamento a cada dia, e assim diminuir as mortes e acidentes de trânsito", reforça a educadora Samyra Motta.

 

 

A imprudência dos condutores ainda é a maior responsável pelos números de acidentes e vítimas. Só em 2018, segundo a PRF, foram mais de 1.300 acidentes e 160 mortes nas rodovias do Piauí. Velocidade, ultrapassagem e a não utilização do capacete pelos motociclistas são as maiores infrações no trânsito, de acordo com a PRF. Diante dessas estatísticas, o inspetor Segundo ressalta que "não podemos dar nenhuma trégua nas ações de fiscalização e educação para o trânsito".

 

Como a educação é a base de tudo, o trabalho desde cedo nas escolas é mais eficiente. Durante todo o mês, as unidades escolares e centros de tempo integral estão realizando caminhadas, rodas de conversa e palestras sobre o tema. No próximo dia 30 será realizado o dia D em 10 escolas simultaneamente na capital.

A gerente de Inclusão e Diversidade (GID) da Seduc, Luiza Solano, reitera o compromisso da educação na causa. "O mês de maio serve apenas como um despertar, porque o trânsito deve ser trabalhado por toda a sociedade constantemente, principalmente pelas escolas, nessa perspectiva de prevenção e valorização da vida. Tanto é que o Conatran (Conselho Nacional de Trânsito) trouxe como tema neste ano: no trânsito o sentido é a vida", explica.

No dia D nas escolas, os alunos vão apresentar os trabalhos desenvolvidos acerca do tema e, depois, junto com os órgãos de trânsito, serão promovidas rodas de conversa para a conscientização da importância de valorização da vida no trânsito.

ESCOLAS QUE VÃO REALIZAR O DIA D

19ª GRE: Ceti Moacir Madeira Campos

Unidade Escolar Dina Soares

4ª GRE: Ceti Zacarias de Góis (Liceu Piauiense)

Unidade Escolar João Clímaco D?Almeida

20ª GRE: Unidade Escolar Monsenhor Raimundo Nonato Melo

Ceti Freitas Neto

Ceti Portal da Esperança

21ª GRE: Ceti Profº Pinheiro Machado

Unidade Escolar São Sebastião.

Autoria: Ranielly Veloso