12 Junho, 2019 15:35

Seplan participa de encontro que define prioridades de investimentos para o nordeste

Reunião do Comitê de Articulação de Secretarias de Estado foi sediado em Fortaleza com participação da Seplan-PI.

Reunião do Comitê de Articulação de Secretarias de Estado foi sediado em Fortaleza

A superintendente de Planejamento Estratégico e Territorial da Seplan, Rejane Tavares, participa da reunião do Comitê de Articulação de Secretarias de Estado, em Fortaleza (CE). O encontro tem por objetivo debater novas contribuições dos governos estaduais da área de atuação da Sudene para o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE).

“Neste encontro, os estados constroem critérios para definir as prioridades de investimentos do governo federal para o Nordeste. Tratam-se de ações estruturantes que são fundamentais para o desenvolvimento da região”, relatou a superintendente. O evento acontece durante toda a quarta-feira (12) e reúne secretários e técnicos dos nove estados do nordeste, além de Minas Gerais e Espírito Santo.

O PRDNE terá vigência entre 2020-2023 e está dividido em eixos estratégicos: Inovação; Desenvolvimento de Capacidades Humanas; Dinamização e Diversificação Produtiva; Segurança Hídrica e Conservação Ambiental; Desenvolvimento Social; e Desenvolvimento Institucional.

A próxima etapa do processo de elaboração do plano será o encontro com os secretários de planejamento e técnicos de forma individual, para ajustar as demandas dos estados à estratégia do plano. Outra reunião agendada será específica para a construção do modelo de financiamento, contemplando a participação de agentes financeiros nos níveis federal e estadual.

São objetivos do Plano Regional diminuir as desigualdades espaciais e interpessoais de renda; gerar emprego e renda; reduzir taxas de mortalidade materno-infantil e de analfabetismo; melhorar as condições de habitação; universalizar o saneamento básico  e os níveis de ensino infantil, fundamental e médio; fortalecer o processo de interiorização do ensino superior; garantir a sustentabilidade ambiental e a implantação de projetos para o desenvolvimento tecnológico; reforçar a infraestrutura hídrica da região; fortalecer a infraestrutura logística da área de atuação da Sudene; e fomentar as ações de inclusão sócio produtivas.

Autoria: Cristiana Nunes