05 Julho, 2019 17:49

Hospital de Porto do Piauí será referência na região do Baixo Parnaíba

Cristiana Nunes
Hospital de Porto passa a ter importância regional (Cristiana Nunes)

O secretário do Planejamento, Antonio Neto, esteve nesta sexta-feira (5) no município de Porto, onde acompanhou o secretário de Estado Saúde, Florentino Neto e o prefeito Dó Bacelar, em uma visita ao Hospital Dr. Roosevelt Bastos. A unidade passará a ser referência para toda a região do Baixo Parnaíba.

Antonio Neto explica que a visita se deu por conta de uma demanda surgida durante as comemorações do aniversário da cidade, quando ele representou o governador. “Naquela ocasião, ficou acertado que o secretário de Saúde faria uma visita ao hospital, que pode se tornar referência para esse território. Há algumas questões que precisam ser melhoradas, mas é uma unidade de muita qualidade. O secretário veio apresentar alguns projetos e propostas de resolutividade para procurar melhorar os serviços. Com a melhora na eficiência do hospital de Porto, será possível desafogar o fluxo de pessoas de municípios daqui próximo, no deslocamento para Teresina”, afirmou o gesto.

O secretário de Planejamento destaca a importância do trabalho de interiorização dos atendimentos que vem sendo desenvolvido pela Secretaria de Saúde. “É um trabalho muito importante que o secretário Florentino está realizando com a interiorização da Saúde e fortalecimento dos hospitais regionais e municipais, dando qualidade de atendimento para a população”, diz Antonio Neto.

Durante a visita o secretário de Saúde, Florentino Neto, avaliou que os investimentos realizados no hospital darão a ele uma importância regional. “Como o hospital passa a ter essa importância regional é necessário também que o Estado ingresse nesses investimentos com uma certa contrapartida de equipamentos, custeio, para que a gente possa, junto com o município, estar atendendo regionalmente à população”, declarou.

Florentino Neto acrescentou que o hospital pode entra para a estratégia de mutirões de cirurgias e apontou quais ações devem ser tomadas. “O município pode informar quais equipamentos está adquirindo e a sua intenção de retomar a realização de cirurgias e outras atividades importantes no hospital. Nós queremos colocar o hospital dentro da nossa estratégia de mutirões e também aportar recursos para o custeio em razão da nova dimensão que a unidade está assumindo”, completou o secretário de Saúde.

O prefeito de Porto, Dó Bacelar, destacou a importância da contrapartida do Estado para bom funcionamento do hospital. “Estamos adquirindo equipamentos importantes para o nosso hospital, ultramodernos, um investimento altíssimo. O secretário assumiu conosco a contrapartida do Estado de fazer essa parceria e manter o custeio, de melhorar algumas ações, como o mutirão da catarata e tantos outros programas que tem a Secretaria de Saúde, pra gente aqui, na nossa cidade, na nossa região, no nosso território, resolver grande percentual de todas as demandas de urgência e emergência”,  expõe o gestor.

Autoria: Fábia Adriana Vieira